Molho pesto: como fazer e seus benefícios para esportistas

Molho pesto: como fazer e seus benefícios para esportistas

O molho pesto pode ser o par perfeito para aquela macarronada que antecede uma prova de corrida de longa distância. Feito a base de ervas, castanhas e azeite, o molho pesto tem propriedades anti-inflamátórias e antioxidantes, perfeito para quem pratica esportes como a corrida de rua. Também combina com pães ou sanduíches, saladas, molhos de carnes e macarrão, entre outras muitas opções. Na receita italiana tradicional, o pesto genovês tem queijo parmesão, manjericão, azeite e pinoli, um tipo de oleaginosa meio difícil (e bem cara) de achar por aqui.
Há várias formas de fazer o molho pesto — é possível adicionar folhas, castanhas e temperos variados para uma versão diferente da original.
Pesto para quem pratica esportes
Especiarias e ervas normalmente são cheias de fitonutrientes e antioxidantes, fundamentais para quem treina. Fitonutrientes são nutrientes naturais em fontes vegetais; os principais incluem flavonoides, glucosinolatos, resveratrol, caretonoides, ácido elágico e fitoestrógenos. No geral, quanto mais fitonutrientes a comida tiver, melhor. Antioxidantes ajudam a proteger e reparar os danos causados pelos radicais livres.
A fórmula
São cinco ingredientes básicos: um tipo de erva, um tipo de ácido (normalmente suco de limão), um tipo de queijo (ou para os veganos, um outro tipo de oleaginosa), nozes torradas e azeite. Com essa fórmula, dá para fazer combinações variadas.
Seja criativo. Não tenha medo de jogar alguns talos na receita do pesto, ou usar verduras que normalmente são descartadas. Rabanete, beterraba e cenoura são algumas ideias já utilizadas por grandes chefs da cozinha internacional.
4 jeitos de fazer o molho pesto
Saboroso e efetivo: como fazer molho pesto com 4 diferentes ervas

O pesto original, com manjericão
Tem bastante vitamina K, além de ser um forte anti-inflamatório e benéfico para a força cardiovascular, pois contém magnésio, betacaroteno e vitamina A. Atua na prevenção de infecções bacterianas e é boa fonte de ferro.
Ingredientes: ½ xíc. chá de castanhas picadas grosseiramente; 2 xíc. chá de manjericão fresco; 1 dente de alho descascados; 1/2 xícara (chá) de azeite extravirgem; 1 colher (sopa) de suco de limão siciliano; 1/4 copo de queijo parmesão.
Modo de fazer: coloque as folhas, castanhas, alho, queijo e limão no processador. Processe os ingredientes e coloque aos poucos o azeite para ajudar o processador a dar a consistência perfeita para o molho pesto. Quanto mais verde a mistura, melhor. Adicione mais manjericão ou castanha se necessário.
*Versão vegana
Ingredientes: 2 maços de manjericão (somente folhas); 1 xícara (40 g) de espinafre; 1/4 xícara de amêndoas tostadas (30 g); 1/4 xícara de castanhas de caju tostadas; 4 castanhas-do-pará picadas; 2 dentes de alho.
Modo de fazer: no processador de alimentos ou liquidificador, pulse o manjericão, o espinafre, a amêndoa, as castanhas e o alho até que tudo fique bem picado e misturado. Sem desligar o processador, vá vertendo o azeite aos poucos, até que o molho alcance a consistência desejada. Acrescente 1/4 de colher (chá) de sal e depois, se quiser, acrescente mais a gosto.

Pesto com orégano
Rico em fibras, antioxidantes, vitamina K e tem características antibacterianas. Um estudo da USDA comparou ervas e especiarias grama por grama, e o orégano teve a maior atividade antioxidante de 27 ervas testadas. Também é benéfico para ajudar na digestão. Outro estudo da Universidade de Laval, no Canadá, testou o efeito de 5 diferentes especiarias, entre elas o orégano, sobre a função endotelial (tecido que reveste vários órgãos). Combinado com estudos anteriores, a conclusão é que elas são aliadas na saúde do perfil lipídico do sangue e ricas em antioxidantes.
Ingredientes: folhas de orégano fresco; 2 colheres de sopa de suco de limão, 200 g de castanha de caju (aproximadamente); 2 dentes de alho; 1/4 copo de azeite; 75 g de queijo parmesão; um pouco de sal a gosto; 2 pimentas dedo-de-moça.
Modo de fazer: em um processador de alimentos ou liquidificador, adicione o orégano, queijo, castanhas, pimenta e alho. Pulverize até que a mistura esteja picada. Em seguida, adicione o azeite lenta e constantemente até que a mistura fique homogênea.
Feito com coentro
Além das fibras, o coentro tem alguns efeitos estabilizadores de açúcar no sangue que pode ajudar a reduzir o LDL (colesterol “ruim”) enquanto aumenta o HDL (colesterol “bom”). Além disso, pode ajudar a combater dores musculares.
Ingredientes: 1 copo de coentro + 1/4 copo de queijo fresco + 1/4 copo de sementes de abóbora tostadas (ou castanha-do-pará) + 2 colheres de sopa de suco de laranja lima + 1/4 copo de azeite extravirgem + sal.
Modo de fazer: em um processador de alimentos ou liquidificador, adicione todos os ingredientes deixando o azeite de fora. Pulverize até picar todos os ingredientes. Coloque o azeite aos poucos até formar uma mistura homogênea.

De salsa
A salsa possui a quercetina composta, uma substância química que ajuda a proteger as células cerebrais dos danos dos radicais livres. Os polifenóis e carotenoides presentes no tempero também podem ajudar a proteger contra os danos causados ​​pelo sol.
Ingredientes: 1 copo de salsa + ¼ copo do queijo Grana Padano + ¼ copo de pistaches torrados (ou amêndoas) + 2 colheres (sopa) de suco de limão + ¼ copo de azeite extravirgem + sal a gosto.
Modo de fazer: coloque todos os itens em um processador, exceto o azeite. Bata bem para picar os ingredientes e regue o azeite aos poucos para deixar o pesto uniforme. Tempere com sal e sirva.

O molho pesto pode ser conservado na geladeira num recipiente hermético por até 5 dias.

Fonte(Ativo.com)

Posts Carousel

Leave a Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked with *

Cancel reply
Array ( [SERVER_SOFTWARE] => Apache/2.4.18 (Amazon) PHP/5.6.21 [REQUEST_URI] => /index.php/2018/06/21/molho-pesto-como-fazer-e-seus-beneficios-para-esportistas/ [HTTP_USER_AGENT] => CCBot/2.0 (https://commoncrawl.org/faq/) [HTTP_ACCEPT] => text/html,application/xhtml+xml,application/xml;q=0.9,*/*;q=0.8 [HTTP_IF_MODIFIED_SINCE] => Thu, 16 Aug 2018 04:14:50 GMT [HTTP_HOST] => uppercare.net [HTTP_CONNECTION] => Keep-Alive [HTTP_ACCEPT_ENCODING] => gzip [PATH] => /sbin:/usr/sbin:/bin:/usr/bin [SERVER_SIGNATURE] => [SERVER_NAME] => uppercare.net [SERVER_ADDR] => 172.31.39.159 [SERVER_PORT] => 80 [REMOTE_ADDR] => 54.198.103.13 [DOCUMENT_ROOT] => /var/www/html [REQUEST_SCHEME] => http [CONTEXT_PREFIX] => [CONTEXT_DOCUMENT_ROOT] => /var/www/html [SERVER_ADMIN] => root@uppercare.net [SCRIPT_FILENAME] => /var/www/html/index.php [REMOTE_PORT] => 57464 [GATEWAY_INTERFACE] => CGI/1.1 [SERVER_PROTOCOL] => HTTP/1.1 [REQUEST_METHOD] => GET [QUERY_STRING] => [SCRIPT_NAME] => /index.php [PATH_INFO] => /2018/06/21/molho-pesto-como-fazer-e-seus-beneficios-para-esportistas/ [PATH_TRANSLATED] => redirect:/index.php/2018/06/21/molho-pesto-como-fazer-e-seus-beneficios-para-esportistas//06/21/molho-pesto-como-fazer-e-seus-beneficios-para-esportistas/ [PHP_SELF] => /index.php/2018/06/21/molho-pesto-como-fazer-e-seus-beneficios-para-esportistas/ [REQUEST_TIME_FLOAT] => 1537421562.314 [REQUEST_TIME] => 1537421562 )