Pó de guaraná: tudo sobre o energético natural usado por corredores

Pó de guaraná: tudo sobre o energético natural usado por corredores

O pó de guaraná tem como sua maior característica ser um “energético natural”, assim como o café. Entre tantos mitos sobre os alimentos em geral, essa propriedade causa dúvida ao consumir o produto. Será que ele realmente funciona para dar um gás nos treinos e na corrida?

Segundo as nutricionistas Clarissa Hiwatashi Fujiwara e Giovanna Oliveira, a “Paullinia cupana” (nome científico da substância), quando comparada ao café, contém cerca de 40 mg de cafeína por grama e estima-se que o grão de café tenha cerca de 8 mg.

A planta é uma espécie nativa da região amazônica e seus frutos apresentam cor vermelha alaranjada que, quando maduro, abre parcialmente de forma a expor as sementes arredondadas. De sabor ligeiramente amargo e aroma pouco perceptível, é das sementes que se extrai o pó de guaraná.

A fruta de onde se extrai o pó de guaraná
O fruto de onde se extrai o pó de guaraná

O Brasil figura praticamente como o único país a produzi-lo em escala comercial, com características únicas. “Seus efeitos benéficos à saúde vêm sendo estudados, sobretudo por grupos de pesquisa no país – muito embora a literatura ainda se apresente relativamente escassa”, acrescenta Clarissa.

Uma série de substâncias, além da cafeína, compõem a semente do fruto. Entre elas estão:

  • Carboidratos, que correspondem a cerca de 60% do peso seco;
  • 3% de fibras;
  • Potássio, fundamental no processo de contração muscular;
  • Fósforo, importante para a saúde de dentes e ossos e faz parte da membrana de células;
  • Ferro, essencial para o transporte de oxigênio e nutrientes pelos glóbulos vermelhos;
  • Vitamina A, essencial para a saúde ocular e a cicatrização de tecidos;
  • Vitamina B1, envolvida em reações do metabolismo energético;
  • Flavonoides, que auxiliam no controle e redução do colesterol LDL — o “colesterol ruim”;
  • Metilxantinas (como a cafeína, teobromina e teofilina), que demonstram efeito positivo sobre a capacidade concentração;
  • Polifenóis (catequina e epicatequina), compostos bioativos que são conhecidos pela grande capacidade antioxidante e atuam protegendo as células contra os radicais livres, responsáveis pelo processo de envelhecimento precoce.

Os benefícios para a corrida e como consumir o pó de guaraná

“Para quem faz atividade física, o pó de guaraná pode ser um recurso ergogênico por causa de concentração de cafeína, promovendo o desempenho nos exercícios pelo estímulo ao SNC e melhora na percepção de capacidade física e esforço. Dessa forma, a substância retarda o início da fadiga diante de exercícios prolongados e exaustivos”, explica Clarissa.

A quantidade recomendada do pó depende de fatores que variam de acordo com a pessoa, como idade, peso e o gasto energético. No entanto, como dosagem segura para adultos, a quantidade diária de 0,5 a 2 g é o suficiente. Ou seja, o equivalente a 1 a 4 colheres de café ao longo do dia.

Quanto ao momento de seu consumo, é ideal que seja antes do exercício, cerca de 1 hora antes, com a refeição pré-treino. Nesse caso, orienta-se o acompanhamento da frequência cardíaca durante a sessão de treino, e é contraindicado para pessoas com doenças cardiovasculares, insônia, gestantes, lactantes, entre outros. O pó pode ser misturado à água ou a outras bebidas, como sucos de frutas, vitaminas, smoothies e até iogurtes, já que podem amenizar o sabor amargo do produto.

Posts Carousel

Leave a Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked with *

Cancel reply
Array ( [SERVER_SOFTWARE] => Apache/2.4.18 (Amazon) PHP/5.6.21 [REQUEST_URI] => /index.php/2018/12/20/po-de-guarana-tudo-sobre-o-energetico-natural-usado-por-corredores/ [HTTP_USER_AGENT] => CCBot/2.0 (https://commoncrawl.org/faq/) [HTTP_ACCEPT] => text/html,application/xhtml+xml,application/xml;q=0.9,*/*;q=0.8 [HTTP_IF_MODIFIED_SINCE] => Wed, 16 Jan 2019 17:00:47 GMT [HTTP_HOST] => uppercare.net [HTTP_CONNECTION] => Keep-Alive [HTTP_ACCEPT_ENCODING] => gzip [PATH] => /sbin:/usr/sbin:/bin:/usr/bin [SERVER_SIGNATURE] => [SERVER_NAME] => uppercare.net [SERVER_ADDR] => 172.31.39.159 [SERVER_PORT] => 80 [REMOTE_ADDR] => 34.228.55.57 [DOCUMENT_ROOT] => /var/www/html [REQUEST_SCHEME] => http [CONTEXT_PREFIX] => [CONTEXT_DOCUMENT_ROOT] => /var/www/html [SERVER_ADMIN] => root@uppercare.net [SCRIPT_FILENAME] => /var/www/html/index.php [REMOTE_PORT] => 51868 [GATEWAY_INTERFACE] => CGI/1.1 [SERVER_PROTOCOL] => HTTP/1.1 [REQUEST_METHOD] => GET [QUERY_STRING] => [SCRIPT_NAME] => /index.php [PATH_INFO] => /2018/12/20/po-de-guarana-tudo-sobre-o-energetico-natural-usado-por-corredores/ [PATH_TRANSLATED] => redirect:/index.php/2018/12/20/po-de-guarana-tudo-sobre-o-energetico-natural-usado-por-corredores//12/20/po-de-guarana-tudo-sobre-o-energetico-natural-usado-por-corredores/ [PHP_SELF] => /index.php/2018/12/20/po-de-guarana-tudo-sobre-o-energetico-natural-usado-por-corredores/ [REQUEST_TIME_FLOAT] => 1553158009.138 [REQUEST_TIME] => 1553158009 )